Duathlon, especialista dá dicas de preparação para o Bonito Cross

Duas provas em uma – 21,5 km de bike e 5 km de corrida -, um grande desafio e muitas calorias para queimar em meio a natureza. Assim é o duathlon, uma das três modalidades na programação do Bonito Cross, competição que será disputada nos dias 16 e 17 de fevereiro em Bonito, distante 297 km de Campo Grande.

Alternativa ao triathlon, o duathlon surgiu na Europa sem a natação porque no período de inverno o frio impedia treinos e competições na água, e cada vez mais se populariza no Brasil como um esporte de duas modalidades que exigem força e resistência do atleta para se superar na corrida e nas pedaladas.

“No duathlon você tem que realizar o ciclismo e a corrida sem interrupção. Normalmente a prova começa com uma corrida de percurso maior, depois vem a parte do pedal, e termina com uma corrida de percurso menor. Então seria corrida, bike e corrida. Assim é a composição do duathlon”, disse Raphael Bittencourt, um carioca radicado em Campo Grande, especialista em provas de duathlon e triathlon.

Raphael Bittencourt, um carioca radicado em Campo Grande, especialista em provas de duathlon e triathlon

Para quem já está se preparando para o Bonito Cross, Raphael Bittencourt sugere que os treinos sejam realizados com o ciclismo e a corrida simultaneamente, exatamente como acontece nos dias de prova.

“O ideal é não treinar as modalidades separadamente, esse é um erro que as pessoas cometem ao treinar corrida num dia e bike no outro, sendo que no dia da prova você vai competir as duas modalidades juntas. Interessante é colocar na sua programação o treino específico, que a gente chama de treino de transição, que seria correr, pedalar e correr, só pedalar e correr. Então, ter essa programação que a gente fala que seriam os treinos de transição acho que é o mais importante na preparação”, recomendou.

Raphael Bittencourt considera o duathlon um esporte desafiador com uma grande dose de motivação aos competidores, por envolver duas modalidades que exigem condicionamento físico e capacidade de superação.

“O duathlon gera um grande desafio. São duas modalidades, e isso representa um fator motivacional maior, porque quando você faz apenas corrida os treinos vão ficando muito monótonos, e tem aquelas pessoas que fazem corrida e não sabem andar de bicicleta, e isso gera um desafio diferente por ter que aprender uma nova modalidade. Tudo isso junto proporciona um gasto calórico maior. É muito legal”, comentou ele.

COMO SE INSCREVER – O prazo para se inscrever no Bonito Cross vai até o dia 20 de janeiro de 2019 pelo site – http://bonitocross.com.br/ – com número limitado de vagas, segundo os organizadores. Além do duathlon, o evento ainda terá o Trail Run (Corrida de Trilha) e Cross MTB (competição de Mountain Bike em terrenos acidentados).

Abertas ao público masculino e feminino, as três modalidades do Bonito Cross serão divididas por faixas etárias entre 18 a 29 anos, 30 a 39, 40 a 49 e acima de 60 anos no Trail Run; 16 a 29 anos, 30 a 39, 40 a 49 e a partir de 50 anos no Duathlon e Mountain Bike. Haverá premiação para os três primeiros colocados em cada categoria e premiação geral até o quinto lugar.

Para o duathtlon, Raphael sugere que os treinos de bike sejam realizados simultaneamente com os treinos de corrida, como nas provas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *